Publicidade nos muros à revelia do município

Francisco Alar
francisco.alar@snoticicas.co.mz
Hoje em dia parece estar na moda ter muro pintado com cores corporativas.
No entanto, muitas pessoas não têm informação sobre as contrapartidas a que têm direito, nem sabem que, nalgumas vezes, estão a participar de um “negócio” ilegal, porque à revelia do município. Alguns donos das casas particulares que acolhem a publicidade, raramente, recebem as gratificações acordadas. As empresas, por seu turno, negam qualquer responsabilidade, argumentando que o negócio é feito com agências de publicidade.
 
domingo saiu à rua para procurar saber se os donos das casas e muros particulares pintados fazem alguma ideia do quanto vale a sua participação nestas campanhas publicitárias de marcas corporativas.
Na “Milagre Mabote”, no bairro de Maxaquene “A”, cidade de Maputo, este tipo de publicidade tomou, praticamente, todos os muros frontais ao longo da avenida. O mesmo cenário assiste-se na avenida Acordos de Lusaka, do outro lado do mesmo bairro.
Antes, o alvo da publicidade era apenas os estabelecimentos comerciais cujos fornecedores pintavam as paredes com as suas cores. Mas, agora, o negócio abrange muros particulares. Há situações em que não se pintam apenas os muros, mas também as partes frontais das casas, desde que tenham vista estratégica.
 
 
 

Editorial

Carreiras dos professores primários e secundários
domingo, 07 janeiro 2018, 00:00
Decididamente, 2018 poderá ser ano memorável para os professores dos ensinos primário e secundário, com a introdução, em breve, de carreiras profissionais, medida... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 439 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador