Medidores de caudal para mitigar perdas

A montagem de medidores de caudal foi a forma encontrada pelo Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água (FIPAG) para mitigar o desperdício do precioso líquido, num projecto que abrange, numa primeira fase, as cidades de Maputo, Matola e Nacala, esta última na província de Nampula.

Dados apresentados há dias, na capital do país, no lançamento da Plataforma Moçambicana de Água (PLAMA) referem que devido à degradação do sistema de gestão as perdas chegam a atingir 40 por cento.

Com efeito, afase-piloto abrangeu os bairros de Laulane e Trevo nas cidades de Maputo e Matola, respectivamente, áreas tidas como as que apresentavam elevadas taxas de fugas, além de um número considerável de ligações clandestinas. 

Pub