TENSÃO MILITAR: Coreia do Norte exibe novo míssil

O regime fez desfilar sobre camiões um tipo de projéctil nunca antes exibido em público e que poderá ser um novo míssil balístico intercontinental (ICBM) de combustível sólido.

A Coreia do Norte mostrou ontem vários mísseis balísticos, incluindo um possível novo projéctil de alcance intercontinental, num desfile militar para assinalar o aniversário do fundador do país, numa altura de grande tensão com os Estados Unidos. Número dois do regime garantiu que o país está pronto para responder da mesma forma a qualquer ataque nuclear.

"Estamos prontos para responder a uma guerra total por uma guerra total, e estamos preparados para responder a qualquer ataque nuclear com um ataque nuclear à nossa maneira", afirmou Choe Ryong-Hae durante uma cerimónia realizada antes do desfile militar organizado para comemorar o 105.º aniversário do nascimento do fundador da Coreia do Norte, Kim Il-Sung.

No dia que marcou o 105.º aniversário do nascimento de Kim Il-sung, avô do actual líder norte-coreano, o regime fez desfilar pelo centro de Pyongyang e sobre camiões um tipo de projéctil nunca antes exibido em público e que poderá ser um novo míssil balístico intercontinental (ICBM) de combustível sólido, escreve a agência Efe.

Peritos na matéria estão a analisar as características deste novo projéctil que, advertem, poderá ser falso, já que não é a primeira vez que o regime exibe em desfiles maquetas falsas de mísseis que está a desenvolver.

No início do ano, o líder norte-coreano, Kim Jong-un, que presidiu ontem ao desfile, advertiu que o país estava a ultimar o desenvolvimento de um ICBM que seria capaz de atingir território norte-americano.

ontem, além de mostrar mísseis de médio alcance Musudan e o misterioso e temido KN-08, que é lançado a partir de uma plataforma móvel e ainda não foi testado com êxito, desfilaram na praça Kim Il-sung vários dos últimos desenvolvimentos do regime como o Pukguksong-1 e Pukguksong-2, exibidos em público pela primeira vez.

O primeiro foi um míssil balístico lançado a partir de um submarino (SLBM) e o segundo, um projéctil de médio alcance lançado a partir de uma plataforma móvel e que foi testado pela primeira vez em fevereiro e voltou a ser testado a 05 de abril, um ensaio que levou Washington a responder com o envio de um porta-aviões com propulsão nuclear para a península.

A China quer colaborar com a Rússia para "ajudar a aliviar a situação (da Coreia do Norte) o mais rápido possível", disse o ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi, ao seu homólogo russo Sergueï Lavrov.

 

Versão-Impressa


Editorial

Aprendizagem, amizade união e competição
domingo, 16 julho 2017, 00:00
Arrancou sexta-feira última na cidade de Xai-Xai, num ambiente desusado, cheio de cor, luz e alegria, a 13.ª Edição do Festival Nacional dos Jogos Desportivos Escolares Gaza... Leia Mais

Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 315 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador