A União Europeia quer apoderar-se da Venezuela e das nossas riquezas. Querem fazer um golpe de Estado tipo Pinochet. Querem impor um Pinochet à Venezuela”. Foi esta a ideia central da conferência de imprensa do Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, no Palácio de Miraflores, que centrou as suas atenções na actuação da Europa, que está ao lado do presidente interino, Juan Guaidó, e exige eleições antecipadas.

Maduro reiterou a intenção de não aceitar a realização de eleições antecipadas preconizadas pelo Grupo de Contacto Internacional e garantiu que mais de dois milhões de venezuelanos assinaram a recusa da ingerência dos Estados Unidos e dos seus aliados contra a Venezuela.

“Se convocássemos eleições, eles iriam inventar qualquer coisa, como aconteceu em 2017. Eles não querem eleições, querem um golpe de Estado”, frisou o Presidente venezuelano.

Leia mais...


Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique