O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, questionou sexta-feira o acordo de fusão da fabricante de aeronaves brasileira Embraer com a Boeing, que foi anunciada em Dezembro como concluída.

Numa entrevista à imprensa à saída da Base Aérea de Brasília, após a posse do novo comandante da Aeronáutica, Bolsonaro foi questionado sobre a fusão das duas empresas e respondeu que a proposta actual poderia afectar os interesses do país.

Seria muito boa essa fusão (da Embraer com a Boeing), mas nós não podemos (aceitar o acordo), como está na última proposta, não é? Daqui a cinco anos tudo pode ser repassado para o outro lado. A preocupação é essa, é um património nosso”, disse Bolsonaro, sem entrar em mais detalhes.

Leia mais...

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 253 visitante(s) ligado(s) ao Jornal