A chuva intensa que vem caindo desde princípios da semana passada está a provocar danos humanos e ma­teriais em diferentes pontos das regiões Centro e Norte do país, com destaque para as províncias de Tete, Zambézia e Niassa.

Alguns rios como Revúbwè, Lugela, Licungo, Lúrio e Namu­thimbwa transbordaram e, em algumas zonas, galgaram as pon­tes que os transitam, invadindo campos agrícolas e destruindo habitações.

A corrente dos rios não deixou escapar nada que encontrava pela frente. Há relatos da existência de 14 pessoas mortas, algumas por afogamento e outras por desaba­mento de parede de casa.

Em muitos distritos a comu­nicação terrestre encontra-se interrompida. Até ontem Niassa encontrava-se isolada das restan­tes províncias vizinhas, nomea­damente, Nampula, Zambézia e Cabo Delgado, tanto através da linha-férrea, assim como por via terrestre. O facto deve-se ao corte das pontes que atravessam os rios Lúrio, Namuthimbwa e Ruassa.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 173 visitante(s) ligado(s) ao Jornal