A taxa de crescimento real da economia poderá atingir 5.1 por cento até 2018, tendo como base de suporte a produção de carvão mineral e a recuperação do sector agrícola, segundo previsões do Ministério da Economia e Finanças (MEF).

Entretanto, o investimento e consumo privado, em um ambiente de consolidação fiscal, permanecerão contidos. Aliás, em 2023, está previsto o início da produção de Gás Natural Liquefeito (LNG), o que estimulará o crescimento nesse período, em cerca de 9.9 por cento.

As receitas poderão contribuir para melhorar a posição fiscal do país, através de reformas com vista a melhorar a administração tributária e o alargamento da base tributária.

O Relatório sobre Riscos Fiscais publicado recentemente publicado, refere que será necessário conter a despesa primária, nomeadamente com pessoal, projectos de capital de baixa prioridade e empréstimos líquidos.

Em relação à inflação anual, espera-se que permaneça moderada, ao longo do período em análise, situando-se em cerca de seis por cento anual conforme as projecções do Banco de Moçambique (BM), com uma Política Monetária restritiva, aliada aos esforços de consolidação fiscal que irão conter os preços internos.

Leia mais...


Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 188 visitante(s) ligado(s) ao Jornal