Há cada vez mais dificuldades para aceder às caixas automáticas de pagamento, também conhecidas pela sigla ATM, em muitos bairros suburbanos da cidade de Maputo, por estarem constantemente fora de serviço ou sem disponibilidade de notas ou porque os equipamentos foram simplesmente removidos dos locais, sem pré-aviso.

Apenas para citar alguns exemplos, nos bairros Magoanine, Mahotas e Albasine, o FNB removeu pelo menos sete máquinas na Avenida Sebastião Marcos Mabote. Na mesma artéria, o Banco Moza desmantelou duas ATM.

Enquanto isso, o BCI também desactivou máquinas no trajecto entre a Praça dos Combatentes e a Praça da Juventude (Magoanine) e o Standard Bank desactivou uma caixa na Avenida Maria de Lurdes Mutola e outra no bairro de Intaka.

Aparentemente, estes equipamentos serviam a muita gente e a sua remoção tem estado a provocar muitas enchentes nas poucas em funcionamento, sobretudo na altura do pagamento dos salários dos funcionários públicos.

Num dos pontos do bairro de Albasine, onde havia quatro máquinas de diferentes bancos, apenas resta uma do Standard Bank, cenário que está na origem de longas filas de pessoas idas também das Mohotas e Magoanine, na cidade de Maputo, Guava e Mateque, no distrito de Marracuene.

domingo encetou diligências para ouvir a versão destas instituições, mas apenas duas é que responderam ao questionátio. O FNB esclareceu quefaz parte da sua estratégia rever regularmente a adequabilidade da sua infra-estrutura, incluindo a sua rede de ATM, com vista a adequá-la às necessidades dos seus clientes. O Millennium Bim explicou que, às vezes, se vê na contingência de transferir os equipamentos por falta de utilização.

Texto de Angelina Mahumane

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique