Desporto

    Nacional

      Sociedade

        Economia

          Cultura

            ‒ diz Banco Mundial em relatório divulgado hoje

            Cerca de 88 por cento dos empregos rurais e 31 dos empregos urbanos são por conta própria na agricultura, segundo dados contidos no novo relatório do Banco Mundial, lançado hoje, em Maputo.

            De acordo com o estudo, intitulado “Caminhos para estratégias de empregos inclusivos e sustentáveis em Moçambique”, uma opção promissora para a transformação de empregos na agricultura são os esquemas agregadores de apoio aos pequenos agricultores, que ajudam na transição para actividades mais produtivas e com proveitos mais elevados.

            Tais esquemas, acrescenta o relatório, podem aumentar a produtividade e os ganhos numa grande variedade de culturas (algodão, milho, gergelim e horticultura) e pequenos produtores de origem animal (frangos e cabras).

            Conforme a investigação, o sector de serviços tem vindo a mostrar um dinamismo considerável na criação de empregos remuneráveis no sector privado que frequentemente oferece boas perspectivas para as mulheres.

            O relatório também identifica um bom potencial para a criação de empregos na agro-indústria intensiva, no processamento de produção agrícola (moagem de grãos, prensagem de sementes de óleo, lacticínios e abate de animais) para a crescente população urbana e em materiais de construção.