Política

    Desporto

      Nacional

        Sociedade

          Economia

            Cultura

              Câmbio

              Moeda Compra Venda
              USD 59,96 61,15
              ZAR 4,17 4,25
              EUR 68,7 70,06

              19.10.201Banco de Moçambique

              Texto de Benjamim Wilson

              A província e cidade de Maputo suspiraram de alívio com a entrega, semana finda, de 204 autocarros a cinco cooperativas privadas de transporte público de passageiros, num acto dirigido pelo Presidente da República, Filipe Nyusi. O mesmo lote destina-se também a outras capitais provinciais do país.

              Visivelmente satisfeitos, os potenciais utentes dos meios já reagiram à iniciativa do Governo e dizem esperar ver melhorias na prestação deste serviço público, sobretudo no que diz respeito ao cumprimento dos horários. Já basta de longas horas de espera.

              Os beneficiários reconhecem que os novos meios não vêm resolver o problema crónico de transporte, mas de uma coisa têm a certeza: nada será como antes.

              Tal como frisou no seu discurso o Presidente da República, até ao final de 2019, o Executivo espera alocar aos operadores do serviço, um total de mil unidades de transporte de passageiros.

               Contas feitas, trata-se de um esforço do sector dos transportes que deverá assegurar a mobilidade de pelo menos 450 mil passageiros por dia, o correspondente a 75 por cento das actuais necessidades.

              Espera-se que até ao final do presente semestre, o Governo faça a entrega de mais 70 novos autocarros, elevando-se assim para 511 o número de unidades de transporte público de passageiros já alocados.

              A meio da semana que hoje inicia, ao nível da cidade de Maputo, será feita a entrega dos novos autocarros para as cooperativas de transportadores, devendo abranger sete rotas.

              Das rotas previstas, destaque vai para as ligações à cidade de Maputo a partir de zonas residenciais como Marracuene, Magoanine-C, para a qual serão alocados 16 autocarros; Malhazine nas vias Hulene e Jardim, além do terminal de Zimpeto.

              Fonte do Conselho Municipal de Maputo explicou que está a ser criada uma nova rota de transporte público de passageiros nomeadamente ligando o bairro de Laulane, no Distrito Municipal KaMavota, via Avenida de Angola, até a baixa.

              Ainda no âmbito da melhora dos transportes, domingo soube que está em finalização o processo de formação de perto de 80 motoristas que irão conduzir os novos autocarros, já que estes meios têm algumas especificações técnicas.

               

              Leia mais...