Liga Desportiva de Pemba ameaça abandonar competição

O presidente da Liga Desportiva Muçulmana de Pemba, Satar Abdul Gani, ameaça retirar a equipa das provas de futebol 11 no próximo ano, caso a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) não decida a seu favor os protestos sobre a veracidade dos resultados de alguns jogos da Divisão de Honra, zona norte, edição-2017. Promete competir apenas no futebol de salão, ao nível da capital provincial.

A direcção da Liga Desportiva Muçulmana de Pemba remeteu, em finais de Outubro, um recurso à FMF no qual apresenta a sua inquietação sobre a homologação dos resultados da Divisão de Honra, zona norte, consagrando vencedor o Sporting de Nampula.

A Liga de Pemba entende que não se cumpriu com rigorosidade os regulamentos desportivos, pois, fala de muitas irregularidades que poderia ter ditado a desqualificação de algumas formações, nomeadamente as Águias Especiais de Lichinga.

Figuram, entre tais “desvios”, a falta de comparência e a utilização ilegal de jogadores.

Segundo o presidente da Liga Desportiva Muçulmana de Pemba, as Águias Especiais de Lichinga faltaram dois jogos das últimas jornadas sem justificação.

Facto que deixa Gani triste é que, mesmo depois de ter feito as denúncias, a FMF não se deu tempo de seguir o caso, apenas limitou-se a dizer que a declaração dos árbitros não confirma a utilização irregular de jogadores.

Abibo Selemane

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub