Texto de Eliseu Bento

O Ferroviário da Beira consentiu ontem à tarde, no seu campo, um empate a um golo frente ao Union Sportive Medina da Argélia (USMA) em desafio pontuável para a primeira “mão” dos quartos-de-final da Liga dos Campeões africanos em futebol.

As duas equipas voltam a defrontar-se no próximo sábado, dia 23, já na Argélia, no jogo que vai decidir qual das duas equipas seguirá para as meias-finais da competição.

O JOGO

Relativamente ao encontro de ontem, entrou melhor a turma argelina que conseguiu instalar-se no meio-campo “locomotiva” numa altura em que o campeão moçambicano parecia algo retraído e a entregar as iniciativas ao seu contrário.

A equipa visitante adoptou uma estratégia em que os seus jogadores apareciam quase sempre em superioridade numérica nas disputas de bola confundindo o seu adversário que teve de redobrar esforços para não sofrer.

Nesse exercício, vieram ao de cima algumas insuficiências da dupla de centrais, Hagy e Cufa, adaptada para substituir os habituais Amorim e Mambucho, impedidos de jogar por acumulação de cartões amarelos.

Só à entrada da meia hora os moçambicanos lograram libertar-se do “colete de forças” a que estavam sujeitos e começaram a fazer o seu jogo passando mesmo a dominar os acontecimentos.

Foi assim que o Ferroviário chegou ao intervalo na mó de cima ficando então a ideia de que pode ter respeitado em demasia o seu oponente que se aproveitou disso para criar alguns calafrios.

O segundo tempo iniciou com os visitantes a criarem uma situação de golo por intermédio de Darfalou, mas na resposta o capitão Maninho quase acertou no alvo fazendo a bola passar a poucos centímetros do poste da baliza argelina.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,6 59,76
ZAR 4,06 4,14
EUR 67,41 68,76

21.08.201Banco de Moçambique