A Liga Moçambicana de Futebol (LMF) vai averbar uma falta de comparência e derrota por três a zero ao Incomáti de Xinavane, no jogo que devia ter lugar hoje no Campo da Bela Vista, na cidade portuária de Nacala, frente ao Desportivo de Nacala.

Os “açucareiros” viram os seus atletas partirem em debandada do lar do clube depois do jogo da quinta jornada com o Costa do Sol em protesto contra o não pagamento de salários nos últimos três meses.

Enquanto negociava com a equipa técnica e os atletas, o clube ainda tentou adiar o jogo, endereçando uma carta à direcção da LMF, que, entretanto, deu resposta negativa.

O clube alegou não ter condições de se apresentar no jogo em Nacala, pelo que solicitava adiamento do jogo. Depois de ir inteirar-se da situação real em Xinavane, com uma equipa que integrou inclusive com o próprio presidente da LMF, aquele órgão gestor da prova respondeu que “a justificativa apresentada não tem cobertura no regulamento da competição”.

A crise que abala o clube deriva da inactividade em que esteve a empresa integradora, Açucareira de Xinavane, o que originou a inexistência de receitas. Também houve alterações na composição da direcção da empresa, havendo mesmo possibilidades de num futuro próximo encerrar por completo o futebol.

Leia mais...

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 278 visitante(s) ligado(s) ao Jornal