Uma co-produção Moçambique, África do Sul e Botswana juntou em Maputo actores e directores dos três países para a produção de um espectáculo teatral denominado A Criação das Estrelas integrado no projecto cultural Afriqueer.

Afriqueer integra o projecto sul-africano Drama For Life que está em digressão internacional. Na performance em Maputo, para além de dois artistas do Botswana e três da África do Sul, estão também envolvidos cinco artistas moçambicanos, nomeadamente: Yuck Miranda, Gigliola Zacara, Fernando Macamo e Buanamande Amade, do Centro de Recriação Artística, e conta ainda, na assistência de coordenação com a actriz Maria Atália, docente da Escola de Comunicação e Artes (ECA) da Universidade Eduardo Mondlane.

A peça “A Criação das Estrelas” exibida no Jardim Tunduru e no CCMA – Centro Cultural Moçambicano-Alemão, é um convite a uma reflexão sobre a masculinidade através da história de dois amantes que separam-se, na esperança de um próximo encontro. O enredo é baseado em um mito sobre a origem das estrelas.

 A peça de teatro Afriqueer foi escrita por Tlotlego Gaogakwe, do Botswana e é dirigida pelo académico e activista para questões sociais, o sul-africano, Warren Nebe com assistência de Maria Atália.

Na imagem, os actores e directores da peça “A Criação das Estrelas”.

 

 

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique