HUMOR: Quero ser lembrado como “museu” de vozes

Por Frederico Jamisse

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
– humorista Ringue Ringue
Chamam-no homem de mil e uma vozes. Onde chega há risos e reflexão. Consegue, através do seu tacto e talento, rasgar um sorriso de quase todos, independentemente da idade. Ele imita com perfeição várias vozes. E por vezes, encarna as personagens na forma de andar. Seu nome é Ringue Ringue Francisco Zavala.

Os mais próximos e não só, tratam por Ringue Ringue. Tem quarenta anos de idade, dos quais vinte e cinco dedicados à arte de imitar vozes. Conta que tudo começou em casa, quando via o irmão, a quem segue, José Manuel, a retratar através da imitação, vozes de líderes africanos.

Ao ver o meu irmão comecei a apaixonar-me e segui o mesmo caminho. A primeira voz que imitei foi a do jornalista Edson Magaia, da Televisão de Moçambique, que falava da guerra do Golfo Pérsico”, recordou.

A imitação não parou nos ciclos da zona, Bairro T-3, onde Ringue Ringue nasceu e cresceu. “Na escola, quando estava na sexta classe, já imitava alguns professores. Por exemplo, quando um professor faltava, eu ficava a frente dos colegas e imitava a maneira como ele explicara a aula anterior”.

Leia mais...

Pub