João Cabral em Manzini

“Sabores de Moçambique, assim se denomina o evento que terá como cabeça de cartaz o guitarrista moçambicano João Cabral na cidade de Manzini, Suazilândia, no próximo sábado.

A ter lugar no espaço “So Fresh Lounge”, o evento pretende ser uma celebração da cultura moçambicana e, para além da música ao vivo e de DJ, terá gastronomia e danças moçambicanas.

A João Cabral – JCProject – juntar-se-ão em palco artistas daquele país, nomeadamente Mozaik, Nomalungelo, Judah & the Band, Ziyawa, Waar Was e Czar para uma viagem que se espera possa criar pontes entre os artistas e abrir espaço para futuras colaborações.

Paulo Maculuve, um dos mentores deste evento, acredita que “esta é uma oportunidade para relançar a música moçambicana e de João Cabral, artista que já deu provas da sua qualidade. No último espectáculo em que actuou ao lado de Norman Brown e Jimmy Dludlu, Cabral desfez quaisquer dúvidas sobre a sua evolução como artista”.

Por sua vez, Steven Mthethwa, da CGRecords Label, parceiro da iniciativa, “sábado será uma noite de festa para celebrarmos a moçambicanidade e os laços que unem os nossos povos. Vamos ter música, bebida e comida moçambicanas. Vai ser divertido e há já uma grande expectativa em relação ao evento”.

Steven acrescentou que por causa da demanda que já se vive desde que foi anunciada a sessão “Sabores de Moçambique”, o evento irá começar ligeiramente cedo – 16.00 horas – de forma a acolher todas as sensibilidades.

Cabral diz que a preparação para a noite de “Sabores Moçambicanos” será monumental “porque a banda está animada e os ensaios estão a correr muito bem. Vamos interpretar temas originais mas também iremos tocar temas do cancioneiro popular moçambicano”.

João Cabral irá tocar com os músicos Armindo Salato (baixo), Almeida Ngoca (bateria), Sarmento Cristo (saxofone), Onésia Muholove (voz), Nicolau Cauneque (piano) e Edumundo Matsilene (percussão). Emelva Dine e um corpo de baile encarregar-se-ão de fazer vários números de dança.

 

Editorial

Pacto Polícia-povo
domingo, 13 agosto 2017, 00:00
O nosso país tem passado por diferentes conjunturas que embaraçam o sentido da paz. A guerra amortecida em 1992, através da assinatura dos Acordos de Paz, a 4 de Outubro, é... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 326 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador