Chama-se Guilherme Silva. É moçambica­no nascido na provín­cia de Inhambane. Uns chamam-no "One man Show" e outros ainda o ape­lidam de "Homem de muitas vozes". A verdade é que quan­do ele está perante a guitarra e pedais faz maravilhas. Canta de tudo um pouco, mudando a voz conforme o autor/compositor da música que entoa.

 Saiu de Moçambique há muitos anos e há dezassete que está radicado no Brasil, onde canta e faz algumas produções. De visita ao país, partilhou par­te das coisas que tem feito pelo mundo fora. “Tenho estado a tocar nas casas de pasto. Mas devo dizer que a crise é gene­ralizada. O mercado no Brasil também ficou complicado. Nos últimos dois anos, os músicos foram pouco solicitados. Ape­nas desde o mês passado é que as coisas voltaram a melhorar e o fluxo de solicitações aumen­tou”, afirma Guilherme Silva.

 Acompanhante fervoroso da música moçambicana, diz faltar mais garra em alguns músicos. “Temos qualidade, mas é pre­ciso sermos um pouco ousados para fazermos mais conquistas”.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 225 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas