A cantora moçambicana, Lizha James, deu início na última sexta-feira, de um projecto de apelo sobre a caça furtiva. Usando a música, Lizha James junta cantoras da região que ao cantarem, sensibilizam, educam civicamente a sociedade para não praticarem a caça furtiva.

O concerto programado para ontem sábado, no Gil Vicente, em Maputo, teve a produção da Bang Entretenimento.

Segundo, Bang, produtor do evento, “ a ideia é que todas as cantoras que vieram para Moçambique, sejam embaixadoras da causa nos seus países. Para além de troca de experiência entre os painelistas, o evento tem como objectivo oficializar da cantora Lizha James como embaixadora da organização em Moçambique”. 

   Como Embaixadora, Lizha James poderá defender e difundir os direitos dos animais como elefante e rinoceronte, que estão em vias de extinção no país, devido o abate indiscriminado dos caçadores furtivos.

Como cantora de referência no país, ela tem uma legião de seguidores. E acreditamos que associando a imagem dela neste movimento de mulheres africanas que lutam contra o abate dos animais, podemos constituir mais-valia para organização”, explica Bang.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Mais lidas