Queda de um embondeiro com raízes fasciculadas

O meu grupo jamais irá desaparecer. Mesmo que eu morra. Ele existe e os seus membros estão a redefinir estratégias de existência face à conjuntura socioeconómica do país, particularmente da província de Nampula, garantiu Feliciano Maricoa em entrevista concedida ao nosso colega do “notícias”, Carlos Tembe, em princípios de Novembro de 2016.

Não era necessário que ele dissesse que foi com os trabalhos produzidos pelo grupo por si fundado, “Os Factos”, que Nampula ficou conhecido, à escala nacional, como uma das melhores províncias nesta vertente cultural e influenciou a sociedade moçambicana a tomar atitudes sérias para enfrentar fenómenos que emperravam o desenvolvimento social de muitas famílias.

Havia muito tempo que, quando se falasse do teatro em Nampula, de um nome não se podia esquivar: Feliciano Maricoa. Uma total predisposição a favor daquela manifestação cultural, a dramaturgia, tida como a terapia do riso que se alojou na pessoa que era Maricoa, que de todos os poros saía-lhe uma gargalhada.

Leia mais...

Editorial

Assim também não!
domingo, 22 abril 2018, 00:00
Começa a ser preocupante a maneira como gente estranha ao sector da Saúde, vezes sem conta, passeia-se à vontade, nas nossas unidades sanitárias; sobretudo quando estas... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 476 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador