Siga-nos:

Basquetebol

Opinião

Notícias

Estamos felizes com o resultado

– Foi um jogo muito difícil, contra um adversário que se bateu muito bem. Nós trazíamos uma vantagem de 1-0 e tínhamos fé de que era possível defendê-la e conseguimos, embora a muito custo, porque o adversário soube fechar as linhas de passe.

0
0
0
s2sdefault

A equipa fez tudo para ganhar o jogo

– Sabíamos que seria um jogo difícil e foi, mas a minha equipa fez tudo o que estava ao seu alcance para ganhar. No primeiro jogo fomos pragmáticos.

0
0
0
s2sdefault

Demos a posse de bola

Foi um jogo difícil, dado que a nossa estratégia era dar-lhes a posse de bola e sairmos em contra-ataque, o que até certo ponto conseguimos. Aguentámo-nos bem na primeira parte e criámos situações de golo, mas não conseguimos concretizar.

0
0
0
s2sdefault

Chegou a hora dos “hidroeléctricos”

Depois de derrota (2-1 após prolongamento) ontem diante do Ferroviário da Beira para a Supertaça/2017 – com golo de Jojó – a União Desportiva do Songo estreia-se este sábado à noite (20.00 horas) em Rusternburg, na África do Sul,nas Afrotaças, defrontando a Platinus Stars FC, para a primeira “mão” da pre-eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça da CAF.

0
0
0
s2sdefault

AFROTAÇAS: É um adversário que respeitamos!

– O facto de termos calhado com um adversário da nossa zona acaba sendo um factor importante, tendo em conta que ficará fácil observá-lo. É um adversário de respeito, atendendo que o campeonato sul-africano é bastante competitivo.

0
0
0
s2sdefault

Auto-superámo-nos

César Langa

Fotos de Mac

O Ferroviário da Beira, tal como tinha sido na sua anterior participação nas Afrotaças, voltou a “cair” nos dezasseis avos-de-final da Taça CAF, desta feita diante do AS Vita Club de Kinshasa. Mesmo assim, na óptica de Valy Ramadan, técnico-adjunto dos “locomotivas” do Chiveve, comparando com a edição passada, conseguiu superar-se, com um agregado de três vitórias, uma derrota, com oito golos marcados e cinco sofridos.

0
0
0
s2sdefault

Golaço de Jacob dignifica Chiveve

César Langa

Fotos de Mac

O espectacular golo de Jacob, marcado aos 69 minutos e que conferiu a vitória ao Ferroviário da Beira por 1-0 diante do AS Vita Club de Kinshasa, foi insuficiente para alterar o rumo da eliminatória a favor da turma moçambicana, que termina a aventura africana nos dezasseis avos-de-final da Taça CAF com um agregado negativo de 3-1. 

0
0
0
s2sdefault

Teremos uma equipa ofensiva

César Langa

Fotos de Arquivo

O Ferroviário da Beira joga domingo a cartada decisiva dos dezasseis-avos-de-final da Taça CAF, recebendo, no caldeirão do Chiveve, o AS Vita Club de Kinshasa, para o jogo da segunda mão. Para anular a desvantagem de 3-0, trazida da RD Congo, Valy Ramadan, técnico adjunto dos “locomotivas” do Chiveve, promete uma equipa ofensiva.

0
0
0
s2sdefault

Das sobretaxas migratórias ao gás lacrimogéneo no estádio

César Langa

Fotos de Arquivo

O Ferroviário da Beira regressou de Kinshasa com uma pesada derrota (3-0), sofrida frente ao AS Vita, na primeira mão dos dezasseis avos-de-final da Taça CAF. Números que podiam ter sido menos pesados, não fossem fenómenos extrajogos vividos pelos “locomotivas” da capital provincial de Sofala na RD Congo.

0
0
0
s2sdefault

Árbitro, expulsões e Willard colocam Ferroviário em risco

César Langa, nosso enviado especial a Kinshasa

Fotos de Marcus Mbumba

Numa tarde em que o guarda-redes Willard foi infeliz, ao sofrer golos esquisitos, o pânico que se instalou no Tata RapfaelStadiun, com a explosão de gás lacrimogénio nas bancadas, juntaram-se ao mau trabalho do trio equatoriano de arbitragem para propiciar a derrota do Ferroviário da Beira por 3-0, frente ao AS Vita Clube de Kinshasa, a contar para a primeira mão dos dezasseis-avos-de-final da Taça CAF.  

0
0
0
s2sdefault

Ferroviário da Beira escala Congo terra do AS Vita Club de Kinshasa

César Langa

Fotos de Mac

O Ferroviário da Beira está de malas aviadas para Kinshasa, capital da RD Congo, onde é esperado domingo pelo AS Vita Club para o jogo dos dezasseis avos-de-final da Taça CAF, no Tata Raphael Stadium, pelas 14.30 horas de Maputo. Motivados pela goleada imposta ao Petite Revière Noire, os “locomotivas” partem confiantes num bom desempenho no rescaldo desta eliminatória.

0
0
0
s2sdefault

Petite reduzido à pequenez

César Langa

Fotos de Mac

O Petite Revière Noire, das Ilhas Maurícias, não teve argumentos para contrariar a grandeza do Ferroviário da Beira, na partida da segunda “mão” da pré-eliminatória de acesso á fase de grupos da Taça CAF, ontem realizada no caldeirão da capital provincial de Sofala, perdendo por 5-2, voltando para o seu país com um agregado negativo de 7-3.

0
0
0
s2sdefault

Resultado de Curepipe “não conta”

César Langa

Fotos do Arquivo

O Ferroviário da Beira recebe domingo, no “caldeirão”, o Petite Revière das ilhas Maurícias, em jogo da segunda mão da pré-eliminatória da Taça CAF. Mesmo com uma vantagem de 2-1 trazida de Curepipe, Valy Ramadan, técnico-adjunto dos “locomotivas” de Sofala, mostra-se bastante cauteloso, prometendo partir do zero para este embate.

0
0
0
s2sdefault
2final.gif

Classificação do Moçambola 2017

Equipas
J V E D GM GS P
1 F. de Maputo 0 0 0 0 0 0 0
2 Liga Desportiva 0 0 0 0 0 0 0
3 F. da Beira 0 0 0 0 0 0 0
4 U.D. Songo 0 0 0 0 0 0 0
5 Maxaquene 0 0 0 0 0 0 0
6 Costa do Sol 0 0 0 0 0 0 0
7 Clube de Chibuto 0 0 0 0 0 0 0
8 F. de Nampula 0 0 0 0 0 0 0
9 D. Nacala 0 0 0 0 0 0 0
10 F. de Nacala 0 0 0 0 0 0 0
11 Chingale de Tete 0 0 0 0 0 0 0
12 ENH de Vilankulo 0 0 0 0 0 0 0
13 1º De Maio 0 0 0 0 0 0 0
14 A D Macuácua 0 0 0 0 0 0 0
15 Textáfrica de Chimoio 0 0 0 0 0 0 0
16 UP Lichinga 0 0 0 0 0 0 0
BNIfinal.gif
1final.gif

Mambas

Tabela de Preços

publicidade.gif

Sondagem

O que acha do site?

Quem está online?

Temos 222 visitantes e sem membros em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

António Matonse Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador