Certamente que o meu bom amigo Nacuo não se vai zangar por ter pedido (?) emprestado o seu “Dizer por Dizer” para este assunto que, sendo sério – aliás Bula-Bula não perde tempo com picuinhices –, também tem o condão de fazer o diabo corar de vergonha... é que há coisas das quais nem o diabo pode ser acusado de ser o autor.

Mas vamos por partes... houve eleições autárquicas em 53 cidades e vilas que, à luz da Lei e no quadro da famosa descentralização, reúnem condições para o efeito. 

O povo, como sempre, participou de forma livre, juntando-se a este ou aquele cortejo, ouvindo este e aquele candidato. Houve, como também é de praxe, quem acumulasse camisetas dos três principais partidos. Houve também gente que, vestindo cores partidárias diferentes, juntou-se em bares e barracas para celebrar a moçambicanidade. Enfim, a cena foi mesmo nice...

Depois vieram as contagens parciais... os nervos, como que accionados por um interruptor, começaram a subir. As vozes, guturais algumas, chorosas outras e calmas, nalguns casos, começaram a fazer-se ouvir. Alguns celebraram à brava. Outros choraram à brava, para variar. Mas quase sempre num tom mais ou menos coloquial.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique